Catarata

Compartilhar

A Catarata é a doença que mais causa cegueira reversível no mundo. Seu tratamento é feito cirurgicamente, e é capaz de recuperar a visão das pessoas que desenvolveram essa anomalia.

O que é Catarata?

O olho possui uma lente natural, chamada de cristalino. Devido a diversos fatores, essa estrutura pode perder a transparência, provocando grande dificuldades para enxergar. A opacificação do cristalino é o que chamamos de catarata. Com essa perda de transparência do cristalino, a visão perde a nitidez e fica turva, embaçada, entre outras dificuldades.

catarata

A catarata é mais comum em pessoas idosas, ou a partir dos 50 anos, devido à degeneração natural das estruturas oculares. Mas a doença pode ocorrer devido a uso de certos medicamentos e até aparecer em bebês, já no nascimento. Veja quais são os tipos de catarata:

Catarata Senil: Mais comum, acomete pessoas idosas devido ao envelhecimento.

Catarata Congênita: Presente no nascimento ou formada no primeiro ano de vida da criança. Pode ocorrer devido a infecções durante a gravidez ou quando a mãe faz uso de drogas e álcool durante a gestação.

Catarata Secundária: Pode ser decorrente da presença de outras doenças ou do uso de certos medicamentos. Doenças como glaucoma e diabetes, além do uso de corticoides estão associados à catarata.

Catarata Traumática: Uma lesão ocular pode levar à catarata. O problema pode aparecer imediatamente ou levar alguns anos até que se manifeste.

Catarata por Radiação: Aparece após tratamentos envolvendo radiação, como o tratamento de câncer, por exemplo.

Causas

Alguns fatores que podem ser relacionados à catarata são:

  • Histórico Familiar da doença
  • Idade avançada
  • Lesões oculares
  • Uso constante de esteroides
  • Diabetes
  • Exposição excessiva a raios U.V.
  • Uso de corticoides
  • Obesidade
  • tabagismo e uso excessivo de bebidas alcoólicas

Sintomas

Dependendo do estágio de evolução da doença, a visão pode ficar de levemente alterada à completamente bloqueada. Mas, há outros sintomas que também podem indicar a presença de catarata, tais como:

  • Excesso de sensibilidade à luz
  • Dificuldades para ler
  • Frequentes mudanças no grau do óculos
  • Visão dupla
  • Visão turva, como se estivesse com névoa em frente aos olhos.

catarata

Diagnóstico

O diagnóstico da catarata pode ser feito por um oftalmologista em consulta. O médico poderá identificar a doença com um exame minucioso dos olhos e poderá identificar essa opacificação.

Após os 50 anos é imprescindível realizar consultas frequentes ao oftalmologista, pois assim é possível efetuar o diagnóstico precoce da catarata e outros problemas oculares.

Tratamento

O tratamento da Catarata é Cirúrgico. Lentes de contato, óculos ou remédios não são capazes de tratar esse problema.

A Cirurgia de Catarata é um procedimento considerado de baixo risco cirúrgico, e consiste na fragmentação e aspiração do cristalino doente. Depois, a estrutura é substituída por uma lente intraocular, que pode, inclusive, ser adequada a problemas refrativos que o paciente possa apresentar.

Saiba mais sobre a Cirurgia de Catarata:

 

 

O Instituto de Oftalmologia de Assis segue as determinações do Manual de Publicidade Médica descritas no Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina (Resolução CFM nº 1974/11). Se você observou algum item que não esteja de acordo com o manual, por favor, clique para informar o problema.