Ceratocone

Compartilhar

O que é Ceratocone?

O Ceratocone também é chamado de distrofia contínua progressiva e consiste no afinamento da região central da córnea. Com isso, a córnea começa a ficar abaulada, ou seja, com um formato de cone.

 

ceratocone ioa

Paciente do IOA com Ceratocone

 

É essa forma que determina o nome da doença. A palavra Ceratocone vem do grego “Kerato”, que significa chifre, córnea e “Konos”, que significa cone.

De acordo com Conselho Brasileiro de Oftalmologia, trata-se de uma condição rara, que acomete de 4 a 600 pessoas em cada 100.000. O mais comum é que a doença apareça ainda na adolescência, entre 13 e 18 anos e evolua até por mais 6 ou 8 anos.

 

 

ceratocone

 

 

Causas

Sabe-se que o ceratocone é hereditário, ou seja, pessoas com histórico da doença na família tem grandes chances de desenvolver o problema. Outro fator que favorece o aparecimento é coçar os olhos com muita frequência, comportamento comum em pessoas alérgicas.

Sintomas

O principal sintoma do ceratocone é a diminuição da acuidade visual ou visão borrada. Veja outros sintomas:

  • Excesso de sensibilidade à luz
  • Fantasmas na imagem
  • Fadiga ocular
  • Baixa acuidade visual especialmente à noite
  • constante aumento de grau

Os sintomas podem estar relacionados à presença de outros problemas oculares. Para realizar um diagnóstico seguro, consulte um oftalmologista.

 

ceratocone

 

Diagnóstico

O diagnóstico do ceratocone é relativamente simples. O médico realiza exame clínico e pode solicitar exames como a topografia corneana (Pentacam® HR), que serve para avaliar, respectivamente, a curvatura e a espessura das córneas.

Tratamento

Felizmente existem várias opções de tratamento do ceratocone. O oftalmologista é responsável por avaliar e indicar o melhor dentre eles à cada paciente. Em estágios mais iniciais, pode-se tratar com óculos para correção visual ou lentes de contato. Mas, com a evolução do ceratocone esses dispositivos não são suficientes para garantir boa visão. Nesse caso é necessário optar por outras intervenções como:

Crosslinking: um medicamento é aplicado (colírio) com uma substância que torna a córnea mais rígida, e assim impede a evolução da curvatura corneana. Normalmente é um método indicado para pacientes que ainda preservam a boa visão.

Anel de Ferrara: Procedimento cirúrgico em que são implantados anéis dentro da córnea, que exercem pressão sobre o órgão, corrigindo as irregularidades e recuperando a qualidade da visão.

Transplante de Córnea: O transplante é o último recursos para tratamento do ceratocone. Normalmente é indicado quando os demais procedimentos não são capazes de corrigir a visão.

Para quem necessita de mais informações sobre o ceratocone e seus tratamentos, a IOA pode ajudar a tirar suas dúvidas. Basta solicitar o contato abaixo:

 

 

O Instituto de Oftalmologia de Assis segue as determinações do Manual de Publicidade Médica descritas no Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina (Resolução CFM nº 1974/11). Se você observou algum item que não esteja de acordo com o manual, por favor, clique para informar o problema.