Instituto de Oftalmologia de Assis | 9 de novembro de 2016

Combinação de Implante de Lentes Fácicas + Excimer Laser para Correção de Médias e Altas Ametropias (Bioptics)

De todas as técnicas de implantes intra-oculares refrativos para altas ametropias, nossa opção é pela lente de Artisan/Artiflex, a qual é uma lente intra-ocular de câmara anterior de PMMA ou de Silicone com suporte iriano, conhecida desde a década de 1970 e aprovada pelo FDA (Food and Drug Administration, EUA), a Comunidade Europeia e a ANVISA.

A cirurgia com implantes de Lentes intra-oculares do tipo Artisan/Artiflex são indicados em casos como: altas ametropias; córneas muito planas ou muito curvas e/ou com limitação na espessura corneana.

A combinação do implante de uma lente fácica com uma posterior cirurgia refrativa com Excimer Laser (Bioptics – ou seja, a combinação das duas técnicas), proporciona uma cirurgia refrativa corneana ajustável e precisa para correção de médias e altas ametropias. O procedimento oferece uma qualidade visual adequada e correção mais previsível. A lente intra-ocular corrigirá a maior parte da ametropia esférica, e posteriormente a refração residual será corrigida com a cirurgia refrativa à laser.

O que acontece se sobrar grau após a cirurgia de implante de lentes fácicas?

A rotina proposta consiste em implantar primeiramente a Artisan/Artiflex e, três meses após, já com boa estabilização do resultado refrativo, procedemos a realização da cirurgia refrativa com Excimer Laser para complementação do erro refrativo residual (se necessário).

Evidentemente, que para esta nova cirurgia, o candidato deverá ter um avaliação oftalmológica completa, incluindo avaliação corneana com topografia computadorizada, paquimetria ultrassônica, microscopia especular de córnea, além de uma minunciosa avaliação da periferia da retina.

É fato que o implante de lentes fácicas tóricas, existentes no mercado, tanto Artisan/Artiflex como ICL, proporcionam uma correção simultânea da miopia/hipermetropia e astigmatismo. No entanto, mesmo assim, pode haver uma hipo ou hipercorreção que necessite posterior correção no plano da córnea.

Fonte: Revista Oftalmologia Em Foco – Edição 163 – Outubro 2016

Autor: Dr. Sergio Kwitko – Preceptor do Setor de Córnea e Doenças Externas do Serviço de Oftalmologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre; Professor da Pós-graduação em Oftalmologia da UFRGS; Mestre e Doutor em Oftalmologia pela UNIFESP; Ex-fellow do Doheny Eye Institute – Los Angeles

Você também pode gostar
O que é Edema Macular Diabético?
+
O que é Edema Macular Diabético?

O edema macular diabético é a maior causa de perda de visão em indivíduos com diabetes mellitus, aproximadamente 7% dos pacientes com diabetes ao redor do mundo ...

12 de maio de 2017
Razões para não deixar os óculos dentro do carro
+
Razões para não deixar os óculos dentro do carro

Você é do time das pessoas que deixam os óculos dentro do carro? Cuidado! Óculos são itens essenciais para muitas pessoas, tanto para aquelas que necessitam ...

26 de abril de 2022
10 perguntas e respostas sobre o glaucoma
+
10 perguntas e respostas sobre o glaucoma

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que 65 milhões de pessoas já foram diagnosticadas com glaucoma em todo o mundo – dessas, 900 mil são ...

6 de maio de 2022