Saiba Tudo Sobre

Pterígio

O pterígio é uma alteração na conjuntiva ocular, membrana localizada sobre a parte branca do olho, que consiste no crescimento de tecido em direção à córnea. A lesão pode se manter pequena ou desenvolver-se até interferir na visão. O pterígio se localiza na fenda palpebral e é mais comum próximo ao nariz, devido à incidência solar ser maior deste lado, mas existem pterígios temporais (têmporas) e pterígios crescendo dos dois lados.

Quais os sintomas do Pterígio?

Os principais sintomas do pterígio são ardor, vermelhidão e sensação de corpo estranho no olho. Geralmente afeta pessoas entre 20 a 49 anos, muito raro em pessoas abaixo de 15 anos.

Quais as causas do Pterígio?

A causa exata do problema não está definida. Sabe-se que tem relação com a genética e com a exposição prolongada à luz solar, sobretudo aos raios ultravioletas. Condições ambientais secas e empoeiradas, assim como qualquer situação que irrite os olhos constantemente, contribui para o aparecimento do pterígio.

Quais os tratamentos para o Pterígio?

Quando existe sinal, mas a situação ainda é assintomática, a orientação é proteger a visão dos raios ultravioleta por meio de óculos de sol e boné, evitando também o ressecamento dos olhos.

Existindo sintomas ou irritação, além da proteção contra a luz solar, deve-se usar colírios lubrificantes e vasoconstritores que melhoram os sintomas e vermelhidão temporariamente, podendo voltar os sintomas quando passar o efeito dos colírios, a resolução definitiva é o procedimento cirúrgico.

Quando é necessário realizar a cirurgia para o Pterígio?

A indicação é cirúrgica quando o sintoma é crônico ou o crescimento do tecido invade a córnea, ou o pterígio inflama com facilidade. O mesmo se aplica quando há descontentamento estético.

Como funciona a cirurgia de Pterígio?

O IOA – Instituto de Oftalmologia de Assis é especialista em cirurgia do pterígio e usa a técnica que se chama Auto Transplante da Conjuntiva: remove-se a área do pterígio e no lugar coloca-se um pedacinho da conjuntiva do próprio olho, usa-se cola biológica dispensando o uso de suturas, para evitar pontos que poderiam irritar o olho. Essa técnica ajuda a diminuir muito o grau de reincidência do pterígio, em 90% dos casos ele não volta.

A pessoa que se submete à cirurgia deve ficar em casa de 2 a 7 dias e o pós-operatório é acompanhado pelo médico por até 4 semanas.

O IOA segue as determinações do Manual de Publicidade Médica descritas no Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina (Resolução CFM nº 1974/11). Se você observou algum item que não esteja de acordo com o manual, entre em contato conosco para informar o problema.

Você também pode gostar
O que não pode faltar no nécessaire para as viagens
+
O que não pode faltar no nécessaire para as viagens

  Planejar uma viagem de férias, ou um final de semana, para relaxar é sempre uma boa opção. Na arrumação das malas é importante não se esquecer de ...

9 de dezembro de 2019
A relação entre o Diabetes e a saúde da visão
+
A relação entre o Diabetes e a saúde da visão

  O diabetes é considerado, mundialmente, um dos maiores problemas de saúde. Manter a glicemia sob controle auxilia na redução dos riscos de doenças ...

27 de novembro de 2019
Aprenda a identificar diferentes profissões ligadas à visão
+
Aprenda a identificar diferentes profissões ligadas à visão

O médico oftalmologista e o optometrista NÃO desempenham a mesma função: faz diferença! Para cuidar da saúde é fundamental escolher um profissional ...

6 de janeiro de 2020