Instituto de Oftalmologia de Assis | 26 de abril de 2023

Miopia degenerativa, saiba o que é

Os erros de refração – ou ametropias – são as alterações oculares que levam à perda de acuidade visual, ou seja, que impedem o paciente de enxergar as imagens com total definição. Dentre elas tem-se a miopia, a hipermetropia e o astigmatismo. Neste texto, falaremos com mais detalhes sobre a miopia, que é a dificuldade para visualizar imagens distantes; e sobre a miopia degenerativa, um tipo raro de miopia que atinge aproximadamente 3% da população mundial.

Primeiramente, o que é miopia?

miopia é um erro de refração ocular muito comum em jovens e adultos, que ocorre devido a um aumento do diâmetro do olho e a um excesso de curvatura da córnea e do cristalino. Assim, a imagem que naturalmente se formaria na retina passa a se formar antes dessa camada e o paciente começa a “espremer” os olhos na tentativa de focalizar melhor a imagem.

Miopia comum x miopia degenerativa

miopia dita “comum” é aquela que surge na infância ou adolescência e que evolui gradativamente até o momento em que se estabiliza. Já a miopia degenerativa é um quadro mais raro e de origem hereditária, que costuma se apresentar logo nos primeiros anos de vida e progride rapidamente, predispondo o paciente a outras doenças oculares, como catarata e glaucoma.

Na miopia degenerativa, o diâmetro do olho é muito maior do que na miopia comum, podendo danificar a integridade dos tecidos oculares e levar a quadros de descolamento de retina e perda de visão.

Sintomas da miopia degenerativa

Além dos sintomas clássicos da miopia, como dificuldade para enxergar de longe, dores de cabeça e vista cansada, na miopia degenerativa pode haver outros sintomas visuais associados, tais como:

  • Imagens com formato distorcido;
  • Percepção alterada das cores;
  • Manchas no campo de visão;
  • Sensibilidade à luz.

A importância do acompanhamento oftalmológico

Como a miopia degenerativa é uma doença de progressão rápida e grande capacidade de gerar danos graves à visão, o acompanhamento oftalmológico é fundamental, principalmente nas crianças que expressam os sintomas clássicos de miopia. A seguir estão destacados os principais exames para investigar se é um quadro de miopia degenerativa e para acompanhamento do paciente ao longo dos anos.

  • Acuidade Visual

O teste de acuidade visual deve ser feito sempre que o paciente relatar alguma dificuldade para enxergar ou quando sentir que as lentes corretivas não estão mais sendo suficientes. Porém, como o exame demanda a leitura de números e letras do alfabeto, crianças muito novas podem não conseguir fazê-lo.

  • Mapeamento de Retina

Outro exame simples e rápido de ser feito, e que pode ajudar no diagnóstico de miopatia degenerativa é o mapeamento de retina, realizado no próprio consultório com o oftalmoscópio, um equipamento que permite visualizar diversas camadas do olho com uma luz.

  • Retinografia

retinografia é um exame mais preciso e específico para avaliar o fundo de olho, pois permite visualizar a retina, a coróide e o nervo óptico a partir de imagens em alta resolução. Assim, o médico consegue avaliar se a miopia degenerativa está lesionando o olho.

  • Angiofluoresceinografia Retiniana

Também chamado Angiografia Retiniana Fluorescente, esse é outro exame que capta fotografias altamente detalhadas do fundo de olho para que o oftalmologista possa avaliar principalmente as estruturas vasculares e o fluxo sanguíneo na retina.

  • Campo Visual

Campimetria é um exame indolor e rápido, que o equipamento emite luzes em diferentes locais do campo de visão e diversas intensidades, conseguindo assim identificar onde há falhas de visão e pontos-cego.

  • Tomografia de Coerência óptica (OCT)

tomografia de coerência óptica é importante para diagnosticar e acompanhar a evolução de doenças graves que danificam a retina e levam à perda de visão, como o glaucoma, a miopia degenerativa e a retinopatia diabética.

 

Agende uma consulta!

Você também pode gostar
5 cuidados básicos após a cirurgia de catarata
+
5 cuidados básicos após a cirurgia de catarata

  Visão turva e com perda de nitidez são os principais sintomas de quem sofre com o surgimento da catarata. Seu tratamento é a cirurgia de catarata, capaz ...

23 de setembro de 2019
IOA marca presença no XIV Congresso Internacional de Catarata e Cirurgia Refrativa
+
IOA marca presença no XIV Congresso Internacional de Catarata e Cirurgia Refrativa

O IOA  (Instituto de Oftalmologia de Assis), participa do XIV Congresso Internacional de Catarata e Cirurgia Refrativa com a presença dos médicos Dr. Valcir ...

3 de junho de 2016
Dr. Victor A. Coronado Antunes ministra palestra no Simpósio Internacional do Banco de Olhos de Sorocaba (SINBOS)
+
Dr. Victor A. Coronado Antunes ministra palestra no Simpósio Internacional do Banco de Olhos de Sorocaba (SINBOS)

Dr. Victor A. Coronado Antunes participa do Simpósio Internacional do Banco de Olhos de Sorocaba (SINBOS), realizado nos dias 22 a 24 de outubro nas dependências ...

23 de outubro de 2015