Instituto de Oftalmologia de Assis | 23 de agosto de 2022

Principais Doenças da Retina

A maioria absoluta dessas doenças tem prevenção, e as pessoas poderiam evitar a perda visual se fossem ao oftalmologista em consultas de rotina, ou seja, antes de ter sintomas. 

Através dos exames de rotina, é possível identificar sinais delas e evitar a perda visual. Por isso, enfatizamos a importância da prevenção. Se não deu para fazer o diagnóstico a tempo e alguma doença tenha acometido sua visão, leia esse texto também, pois existe tratamento para melhorar o que foi perdido. 

 

 

Os nossos olhos captam a imagem e a retina – fina camada de tecido localizada na parte de trás do olho – a registra, decodifica e envia ao cérebro o estimulo para que a imagem seja reconhecida e interpretada. Pronto! Você enxerga. É fantástico como tudo acontece e poder participar desse processo de melhora visual das pessoas é muito gratificante.

Devido a importância da retina, qualquer doença que a atinja pode prejudicar muito a visão, levando até mesmo a cegueira.

 

 

As doenças mais comuns que afetam a retina são:

Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI)

É uma doença do fundo do olho, que ocorre em pessoas acima dos 60 anos, provocado pela baixa acuidade visual dessa faixa etária.

Retinopatia diabética

A retinopatia diabética é uma lesão da retina que tem como causa o diabetes, seja tipo 1, 2 ou gestacional. É a principal causa de baixa visual em pessoas entre 20 e 65 anos de idade.

Retinopatia hipertensiva

É a lesão nos vasos da retina causada por hipertensão arterial. Pode levar a obstruções do fluxo vascular se não controlada.

Retinopatia miópica

Pode surgir em pacientes com alto grau de miopia e miopia patológica, e é relacionada ao crescimento do globo ocular que ocorre no alto míope.

Descolamento de retina

É uma alteração que se caracteriza pelo desprendimento dessa estrutura da superfície interna do globo ocular. A separação interrompe o fornecimento de nutrientes e promove a degeneração celular quando não tratada.

Obstrução de veia da retina

É a interrupção do aporte sanguíneo para o fundo de olho, levando a um infarto ocular. Muito relacionada a doenças sistêmicas, como diabetes e hipertensão arterial. 

Infecções como toxoplasmose, tuberculose, herpes e rubéola

Tumores intraoculares como retinoblastoma 
 e melanoma de coroide.

A principal forma de rastreio é a consulta de rotina. Por isso, é recomendado que todas as pessoas sejam visitem o oftalmologista pelo menos uma vez ao ano, principalmente se existem casos de alguma doença na família. Você lembra quando foi a sua última consulta?

 

 

Você também pode gostar
O que você deve saber sobre a Cirurgia Refrativa a Laser
+
O que você deve saber sobre a Cirurgia Refrativa a Laser

A cirurgia refrativa a laser é o procedimento que tem como objetivo corrigir erros refrativos (miopia, hipermetropia e astigmatismo) para reduzir ou eliminar a ...

19 de dezembro de 2016
A cirurgia de Catarata e o Alzheimer
+
A cirurgia de Catarata e o Alzheimer

Com o decorrer da idade, o corpo passa a apresentar uma série de problemas que afetam diretamente a saúde e a qualidade de vida do paciente. Muitas condições ...

17 de agosto de 2022
Dr. Victor Antunes do Instituto de Oftalmologia de Assis (IOA) ganha importante Prêmio no XIX Congresso Internacional de Catarata e Cirurgia Refrativa – BRASCRS.
+
Dr. Victor Antunes do Instituto de Oftalmologia de Assis (IOA) ganha importante Prêmio no XIX Congresso Internacional de Catarata e Cirurgia Refrativa – BRASCRS.

De 25 a 28 de maio de 2022, aconteceu o XIX Congresso Internacional de Catarata e Cirurgia Refrativa – BRASCRS 2022, na Bahia em Salvador e o especialista Dr. ...

1 de junho de 2022